Cachaça pura, prata, ouro, premium ou reserva especial? Qual a diferença?

Por . em 19/12/2019

Que a cachaça é feita da cana-de-açúcar todos sabem. O que muitos não conhecem é o processo que define diferentes tipos de classificação e cor da cachaça. Tudo gira em torno da forma como é feita e o tempo de descanso. Pois existem no mercado diversos tipos de Cachaças: Pura/prata, branca, amarela/ouro, envelhecida, armazenada.

Pegue o seu copo de shot e vamos as diferenças:

São diferentes fatores que influenciam diretamente nas diferenças de cor entre as cachaças. O principal deles é o envelhecimento, pelo qual a bebida passa durante o processo de produção, e que resulta em mudanças significativas em sua cor, aroma e sabor. O processo consiste em armazenar a bebida em barris ou toneis de madeira, por um tempo pré-determinado, sendo que neste período a cachaça sofre diversas reações químicas.

Pura

Puracachaça incolor, que não matura em madeira, mas pode ter estagiado em dornas de aço inoxidável ou recipientes de vidro.

Essa Cachaça não sofre nenhuma interferência no seu processo de produção. Então após sua destilação a Cachaça repousa em tanques de inox e já é logo envasada. A bebida possui características de aroma e paladar bem próximos da cana-de-açúcar. Por ser a primeira da cadeia, é importante que não tenha defeitos, deve ser límpida e translúcida.

Branca ou Prata

Branca ou Prata: cachaça incolor, que pode passar por madeira. Importante que a cachaça não tenha nenhuma alteração de cor.

Apesar de sua coloração ser semelhante a pura, essa já passa por um envelhecimento em madeiras neutras, como a de jequitibá ou de amendoim, por um tempo mais curto, que ressalta o seu sabor, mas não altera a coloração. Nesse processo, a madeira acaba por diminuir a acidez e dá maciez para bebida.

Ouro ou Amarela

Ouro ou Amarela: cachaça que apresenta alteração substancial na sua coloração, armazenada por tempo indeterminado em tonéis de madeira sem distinção de tamanho.

Nesse tipo, a cachaça passa por um envelhecimento mais longo em madeiras de assinatura, que alteram a cor e sabor da bebida. Nesse processo, a madeira escolhida é de grande importância para o resultado que os destiladores querem alcançar com a bebida. O bálsamo, a mais comum e talvez a madeira mais forte, é conhecido por deixar a cachaça super aromática, com gosto altamente amadeirado e tons escuros. Já o carvalho deixa a bebida mais adocicada e macia.

Premium

Premium: Cachaça que apresenta alteração mais evidente na sua cor, aroma e paladar e são 100% envelhecidas de um a três anoem tonéis de no máximo 700 litros.

Essa categoria é composta inteiramente por cachaça envelhecida em recipientes de madeira apropriados, com capacidade máxima de 700 litros, por um período não inferior a um ano.

Reserva Especial

Reserva Especial: Cachaça que passaram ou não por processo de maturação em madeira, porem possui características sensoriais diferenciadas do padrão usual das outras elaboradas pelo produtor, desde que devidamente comprovado.

Essas cachaças que adquirem características distintas das anteriores. Nesse processo, vale de tudo para chegar a um resultado diferenciado: maior tempo de envelhecimento e diferentes tipos de madeira, incluindo até o famoso carvalho francês.

Comentários
0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre seu E-mail para receber ofertas exclusivas